Bright Innocence

domingo, 5 de setembro de 2010

Amor não nasce em árvore

Não sei o que é mais difícil, entregarmos nosso coração a alguém, como um tiro no escuro, ou não entregarmos ele a ninguém, vivendo de tudo um pouco, menos um pouco do que envolve tudo: o amor. Após a dor da despedida, muitos criam um mundo independente, a estabilidade. Nada é quebrável. Mass então a vida segue seu roteiro, te deixando sem roteiro. E então, arriscar de novo ou permanecer na estabilidade ? A alegria é muito maior, uma sede de viver tal momento, tanta felicidade que não consegue descrever, e não consegue ocultar. É tanta felicidade que parece te consumir, é uma sensação boa, com direito ao ápice da confusão junto a calmaria. Pode dar medo, insegurança, mas como ignorar tanto esses sentimentos? Se mesmo que quisesse, sabe que não conseguiria ocultar isso dentro do peito. É tão intenso que transbordaria. Então, você procura por palavras, mas elas não existem, nenhuma que defina o que está acontecendo com você, você sabe o que está acontecendo com você, será que dá tempo de deixar de ser ? Não que você quisesse desistir, só pra dar mais segurança. É tão bonito mais tão incerto. Você esperou isso por tanto tempo, e parece tão saudavel agora, e é com alguém tão especial, amor não nasce em árvore, não são todos que tem o prazer de sentir...não são todos que tem a sorte de encontrar, por essas e outras, o amor é irrecusável.
Amar não é ter que ter sempre certeza É aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém É poder ser você mesmo e não precisar fingir É tentar esquecer e não conseguir fugir, fugir (Jota quest)

Marcadores:

1 Comentários:

Blogger giulia s. farias disse...

"E então, arriscar de novo ou permanecer na estabilidade ?" Dúvida cruel!

10 de setembro de 2010 17:10  

Postar um comentário

Oi, espero que tenha gostado do Blog, agradeço sua visita e/ou seu comentário, beijos.

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial